Térmica Embalagens

Utilização em microondas

Os produtos da Térmica podem ser utilizados em microondas. Saiba como proceder para usá-los com segurança.

Sustentabilidade

Os produtos da Térmica são fabricados com o mais rígido controle de qualidade, sem agredir o meio ambiente. É uma preocupação sempre presente para garantir a sua satisfação e a preservação do planeta.

Notícias

Tecnologia inovadora transforma embalagens revestidas em alumínio em instrumentos musicais

No universo das embalagens, as laminadas por dentro são um grande desafio para a reciclagem.

Pensando nisso, a WiseWaste – empresa de desenvolvimento tecnológico especializada em reciclar todos os tipos de materiais -, desenvolveu um processo sustentável nunca usado em grande escala no mercado: tornar embalagens laminadas com alumínio em uma resina capaz de ser processada novamente e transformada em objetos, como instrumentos musicais e displays de pontos de venda, por exemplo. O processo será utilizado pela primeira vez no “Reciclar é Show”, projeto nacional de reciclagem e música da marca de refrescos em pó Tang, que estimulará mais de cinquenta mil crianças a arrecadar este tipo de material e transformá-lo em instrumentos musicais.

A técnica desenvolvida para a fabricação da resina foi viabilizada em pouco mais de quatro meses entre pesquisas e testes e buscou desde o princípio alcançar a Economia Circular, ou seja, ajudar na extensão da vida útil de um material e evitar que recursos não renováveis sejam extraídos da natureza. Com a nova solução para a categoria de embalagem, materiais deste tipo se tornam mais interessantes para as cooperativas participantes do projeto piloto.

O primeiro desafio enfrentado pela WiseWaste foi descobrir no que seria viável transformar estas embalagens, que geralmente contam com três camadas diferentes e incompatíveis: PET (polyester), AL (folha de alumínio) e PE (polietileno).

“Do teste de reciclagem desses materiais, o resultado foi uma resina plástica capaz de ser processada novamente e transformada em um instrumento de percussão, por exemplo”, dizem os fundadores da WiseWaste, Guilherme Brammer e Francisco Sousa.”

O segundo desafio foi fazer com que a resina que criamos fosse não só aprovada pelas principais empresas especializadas em produzir instrumentos musicais, como a Contemporânea e Flautas Presley, mas também que as companhias a utilizassem em seus instrumentos profissionais, o que cumprimos com êxito”, diz a WiseWaste.

Reutilização pela 1° vez: O processo será utilizado pela primeira vez em larga escala no “Reciclar é Show”, projeto nacional de sustentabilidade e música da marca de refrescos em pó Tang, que estimulará mais de cinquenta mil crianças nas escolas da rede pública de ensino do país a arrecadar este tipo de material e transformá-lo em instrumentos musicais.

A Transformação: As embalagens coletadas nas escolas, cooperativas e fábricas são levadas para WiseWaste. Lá, elas são descontaminadas e trituradas. Depois passam pelo processo inovador de polimerização desenvolvido pela empresa, o qual possibilitou transformá-las em uma resina plástica 100% reciclada e reciclável. E por fim, a resina segue para o processo tradicional de injeção e fabricação de instrumentos musicais. A grande mudança é que antes para produzir os instrumentos eram utilizadas resinas virgens, que agora são substituídas por resinas 100% recicladas.
Sobre a WiseWaste

A WiseWaste é uma empresa de desenvolvimento de produtos, que utiliza resíduos como matéria prima, criada pelos engenheiros Guilherme Brammer e Chicko Sousa, que atuam há mais de 15 anos no mercado de materiais e de reciclagem. A companhia tem knowhow tecnológico para reciclar qualquer tipo de produto e realiza pesquisas para a criação de novos métodos de reaproveitamento de materiais que ainda não tem o seu processo de reciclagem conhecidos.

A WiseWaste atua com foco nos conceitos de Economia Circular, sendo a interface entre todos os elos da cadeia produtiva. Neste modelo, todos os resíduos de uma empresa são utilizados como insumos para outra ou mesmo para a própria companhia geradora, o que resulta na redução de custos, aumento de shelf-life do material e reaproveitamento do resíduo pós-consumo, usado como fonte de matéria-prima.

Fonte: WiseWast

Outras Notícias

Tecnologia inovadora transforma embalagens revestidas em alumínio em instrumentos musicais

No universo das embalagens, as laminadas por dentro são(...)

Estruturas de alumínio na construção civil

A ABAL recebeu no dia 13 de agosto o(...)

Luminárias de alumínio brilham na Casa Cor 2013

Com o conceito “Morar Bem”, a 27ª Casa Cor(...)

Saudável e protegido

Em 1994, Neura Gil deu início a um negócio(...)

Para todos os gostos

Para preparar um medalhão selado, é preciso deixar a(...)